ORIGEM DO CONGELADOR: O FIM DO LEITE AZEDO

Você já sabe que a Pitlak oferece produtos congelados variados de altíssima qualidade, como pães, salgados e aqueles de confeitaria. Entretanto, você tem ideia de como surgiu a possibilidade de que tais alimentos fossem conservados de tal maneira em lugares nos quais a Elza de Frozen não pôde chegar? Acompanhe abaixo a história da origem do congelador.

 

A história do congelador

 

Lá no século 18, houve aumento na produção agrícola, e era difícil manter tudo fresquinho. Imagine o sorvete então! Tudo bem que essa iguaria surgiu, provavelmente, há cerca de 3 mil anos, na China, mas ela não tinha leite em sua composição… E você sabe como tal produto estraga rápido. Quem nunca chorou sobre o leite azedo?

Em 1755, o escocês William Cullen conseguiu fazer um pouco de gelo. Utilizando vapor de água em vácuo dentro de uma campânula, foi como ele conseguiu esse feito. Entretanto, a primeira máquina industrial de compressão de éter surgiu somente em 1855, na terra do Obama (só que na época o presidente dos EUA era Franklin Pierce). Ah, o éter pode ser encontrado naquele seu analgésico do armário do banheiro.

Mais uma série de experiências ocorreu em países como França, Suiça e Londres nos anos que se seguira. Porém, somente em 1913 que surgiu o que pode ser considerado o primeiro refrigerador doméstico, inventado por Fred W. Wolf. A novidade consistia em uma unidade montada sobre uma caixa de gelo. E você achando que o trabalho do Kistoff, também do Frozen, era inútil, né? Quebre o gelo, então, do gélido coração!

Alguns anos se passaram e, em 1947, no Brasil, na cidade catarinense de Brusque, dois amigos chamados Guilherme Holderegger e Rudolf Stutzer adaptaram um aparelho importado e criaram a primeira versão Herbert Richers da nossa conhecida geladeira atual ou congelador. O resto é mais História, e você pode encontrar alguns resultados dessa fascinante busca pelos pães congelados que podem durar cerca de 90 dias — disponíveis em nosso catálogo de produtos.

 

Fonte: Pitlak





[custom-facebook-feed]

VAMOS CONVERSAR

O que achou do nosso conteúdo? Divida sua opinião e comentários conosco.

FALE CONOSCO