COMO DEVE SER O TRANSPORTE DE ALIMENTOS PRONTOS

Transportar alimentos prontos envolve uma série de cuidados para que eles cheguem frescos e sem contaminação às dispensas e balcões das panificadoras. De acordo com Manual de Boas Práticas na Panificação e na Confeitaria, os alimentos podem ser transportados de duas maneiras diferentes: de forma individual (quentinha ou marmitex) e em caixas isotérmicas (isopor ou hot box).

 

Em todos os casos, deve-se atentar para as seguintes regras:

 

•O acondicionamento e o transporte de alimentos quentes e frios devem ser em recipientes separados (exclusivos) e, acima de tudo, bem vedados.

•Os quentes devem permanecer em temperaturas acima de 60ºC.

•Os frios devem permanecer em temperaturas abaixo de 5ºC.

 

Dentro do veículo também existem alguns cuidados a serem adotados:

 

•O compartimento de carga deve ser mantido higienizado e em bom estado de conservação.

•Os alimentos devem ser colocados em estrados ou estantes e nunca diretamente no piso dos veículos.

•Não devem ser transportadas substâncias estranhas junto aos alimentos.

•O funcionário responsável pelo transporte deve estar uniformizado e ter higiene pessoal adequada.

 

Por fim, os alimentos prontos para consumo, embalados em quantidades individuais, devem conter rotulagem com as seguintes informações:

 

•Produtor

•Nome do alimento

•Preparação

•Prazo de validade

•Data e hora da fabricação

 

Fonte: Pitlak





[custom-facebook-feed]

VAMOS CONVERSAR

O que achou do nosso conteúdo? Divida sua opinião e comentários conosco.

FALE CONOSCO