08 DE JULHO – DIA DO PANIFICADOR

Dia 08 de julho é dia de Santa Isabel, padroeira dos panificadores. Por isso, neste dia é comemorado também o Dia do Panificador, conhecido popularmente como padeiro.

A história nos conta que os primeiros pães foram assados em pedras quentes ou debaixo de cinzas. A utilização de fornos de barro para cozimento dos mesmos começou com os egípcios, sendo atribuída a eles também a descoberta do acréscimo de líquido fermentado à massa do pão para torná-la leve e macia. Dando um salto na linha do tempo, no século XVII, a França tornou-se o centro de fabricação de pães de luxo, com a introdução dos modernos processos de panificação.

Porém, apenas em 1784 apareceram os moinhos movidos a vapor. Em 1881, com a invenção dos cilindros, a trituração dos grãos de trigo e, consequentemente, a produção de pães foi aprimorada consideravelmente. De acordo com o sociólogo e antropólogo Gilberto Freyre, o Brasil conheceu o pão no século XIX. Antes do pão, o que se conhecia, em tempos coloniais, era o biju de tapioca. No início, a fabricação de pão, no país, obedecia a uma espécie de ritual próprio, com cerimônias e cruzes nas massas. Foi com a chegada dos imigrantes italianos que a atividade da panificação começou se expandir.

A Pitlak parabeniza e agradece àqueles profissionais que se dedicam com carinho a esta profissão tão antiga.

Fonte de pesquisa: https://www.portalsaofrancisco.com.br/calendario-comemorativo/dia-do-padeiro

VAMOS CONVERSAR

Pellentesque in ipsum id orci porta dapibus. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nulla porttitor accumsan tincidunt. Vestibulum ac diam sit amet quam vehicula elementum sed sit amet dui.

FALE CONOSCO